Pesquisar
Close this search box.

Como a Falta de Magnésio no corpo pode afetar seu desempenho nos treinos

Fala, Nerds! Hoje, vamos embarcar em uma viagem pelo mundo dos micronutrientes (tema que eu amo), e o nosso protagonista é o magnésio. Sei que você deve estar se perguntando, por que o magnésio? Bem, como muitos de vocês já devem saber, eu me preocupo com todos os aspectos do fitness, não apenas com levantamento de pesos e a realização de burpees. Quero mostrar o que acontece quando há falta de magnésio no corpo e o impacto que isso pode ter.

O magnésio é como um super-herói discreto na saga de nossa saúde. Esse mineral essencial é um verdadeiro workaholic, desempenhando um papel crucial em mais de 300 reações bioquímicas em nosso corpo. Ainda assim, a deficiência de magnésio é mais comum do que você pode imaginar.

Chega de enrolação e vamos ao que interessa. Prepare-se porque vamos mergulhar fundo neste tema, Nerds! Bora?

Sumário

Mão segunda uma capsula de magnésio. Ao fundo é possível ver outras capsulas e um copo d'agua.

Por que precisamos de magnésio?

Sei que vocês estão se perguntando: Por que o magnésio é tão importante? Pensem nele como o óleo que mantém nosso corpo funcionando bem. Sem magnésio, as coisas podem começar a dar errado, e isso pode levar a vários problemas de saúde. A falta de magnésio no corpo é como se esquecer de colocar óleo no motor do carro – as coisas simplesmente não funcionam bem.

Mesmo sem fazer muito barulho, o magnésio tem um papel enorme na nossa saúde. Ele nos ajuda em muitas coisas importantes, como na produção de proteínas, controle do açúcar no sangue, e até mesmo na regulação da pressão arterial. Na verdade, os sintomas da falta de magnésio no corpo podem ser bem sutis, mas se não forem notados podem ser bem prejudiciais. Portanto, fiquem ligados, Nerds! 

Papel do magnésio em seu corpo

Atletas de CrossFit sem camisa correndo em uma esteira.

Ok, Nerds, então agora vocês já sabem porque precisamos de magnésio, mas o que exatamente ele faz no nosso corpo? Sem magnésio suficiente, podemos experimentar uma verdadeira montanha-russa de problemas de saúde. Isso porque a falta de magnésio no corpo pode interferir em tudo, desde nossa energia até nossa saúde mental.

Ele ajuda a converter alimentos em energia, cria novas proteínas a partir de aminoácidos, ajuda a criar e reparar o DNA e RNA, e até mesmo tem um papel na contração muscular. Então, você pode ver como a falta de magnésio no corpo é realmente um grande problema para nós. 

Quão comum é a deficiência de magnésio?

Mulher na academia com dor de cabeça. A mão esquerda esta pressionado a parte superior do nariz entre a sobrancelha.

Dada a importância do magnésio para a nossa saúde, você poderia pensar que a deficiência desse mineral seria algo raro, certo? Infelizmente, está errado. A triste verdade é que a falta de magnésio no corpo é extremamente comum. Alguns estudos sugerem que quase metade das pessoas, incluindo nós, NerdsFit, podem não estar recebendo magnésio suficiente.

Essa deficiência muitas vezes passa despercebida por profissionais de saúde, simplesmente porque os sintomas podem ser sutis e facilmente confundidos com outras condições. Mas não se preocupem, Nerds, estamos aqui para desvendar o mistério por trás da deficiência de magnésio.

Sinais de uma deficiência de magnésio

  • Fadiga e fraqueza muscular: como o magnésio desempenha um papel importante na produção de energia, a falta dele pode deixá-lo cansado.
  • Perda de apetite: pode ocorrer devido a náuseas e vômitos, sintomas comuns de deficiência de magnésio.
  •  Náuseas e vômitos: esses são os primeiros sintomas da deficiência de magnésio.
  • Dormência e formigamento: são sintomas de falta de magnésio no corpo, pois ele ajuda a enviar sinais nervosos. 
  • Batimentos cardíacos irregulares: já que o magnésio ajuda a regular os impulsos elétricos do coração.

O que causa a deficiência de magnésio?

A deficiência de magnésio pode ser causada por diversas circunstâncias. As principais vilãs são as dietas pobres em nutrientes, condições de saúde que afetam a absorção de nutrientes, e determinados medicamentos.

Outro fator é o consumo excessivo de álcool, que pode interferir com a absorção de magnésio e aumentar a quantidade que é eliminada na urina. Portanto, embora aquele vinho pós treino possa parecer uma boa ideia, ele pode não ser tão benéfico para os seus níveis de magnésio. 

Quem está em maior risco?

  • Pessoas com doenças gastrointestinais: como a doença de Crohn podem ter problemas com a absorção de magnésio.
  • Pessoas com diabetes tipo 2: altos níveis de glicose no sangue podem aumentar a perda de magnésio na urina.
  • Pessoas com alcoolismo: pois o álcool pode interferir com a absorção de magnésio e aumentar a quantidade que é excretada.
  • Pessoas idosas: a absorção de magnésio diminui e a excreção de magnésio aumenta com a idade.
  • Pessoas que tomam certos medicamentos: medicamentos como diuréticos, antibióticos e medicamentos usados para tratar o câncer podem interferir com a absorção de magnésio.

Como prevenir a deficiência de magnésio?

A maneira mais simples é garantir que estamos consumindo uma dieta rica em magnésio. Isso significa uma abundância de vegetais de folhas verdes, nozes, sementes, grãos integrais e peixe.

Além disso, podemos considerar a suplementação de magnésio. Mas lembre-se, nem todos os suplementos de magnésio são criados igualmente, então faça sua lição de casa antes de escolher o que é certo para você.

Descubra mais sobre a eterna questão ‘Dieta vs. Treino: Qual é o Mais Importante?’ em nosso artigo detalhado.

Como é tratada a deficiência de magnésio?

  • Suplementação de magnésio: com suplementos orais ou intravenosos.
  • Dieta rica em magnésio: com alimentos ricos em magnésio como nozes, sementes, peixes, grãos integrais e vegetais de folhas verdes.
  • Correção de problemas subjacentes: como ajustar medicamentos que interferem com a absorção de magnésio.
  • Redução do consumo de álcool: já que o álcool pode interferir com a absorção de magnésio.
  • Monitoramento regular: com o médico para garantir que os níveis de magnésio permaneçam estáveis.

Entendendo os diferentes tipos de magnésio

Variados tipos de magnésio em potes diferentes potes.

Assim que começamos a nos aprofundar na pesquisa sobre magnésio, um fato que pode nos surpreender é a existência de diferentes tipos desse mineral. Sim, Nerds, existem vários tipos de magnésio, cada um com suas particularidades e benefícios. Vamos conhecer alguns deles? 

Magnésio quelato

O magnésio quelato é uma forma de magnésio que se liga a uma molécula de aminoácido, que é essencialmente uma proteína. Esta forma de magnésio é facilmente absorvida pelo corpo e é conhecida por ser suave para o sistema digestivo, o que reduz a possibilidade de desconforto estomacal.

Amazon

Última atualização em

Amazon

Última atualização em

Amazon

Última atualização em

Amazon

Última atualização em

Óxido de magnésio

O óxido de magnésio é uma forma comum e econômica de magnésio. Embora seja frequentemente usado em suplementos, o óxido de magnésio não é absorvido tão facilmente quanto outras formas de magnésio, o que pode levar a desconforto estomacal em algumas pessoas.

 

Citrato de magnésio

O citrato de magnésio é uma forma popular de magnésio, uma vez que é facilmente absorvido pelo corpo. Isso significa que ele pode fornecer benefícios mais rapidamente. No entanto, também pode ter um efeito laxante, então é importante monitorar a dosagem.

Amazon

Última atualização em

Amazon

Última atualização em

Amazon

Última atualização em

Amazon

Última atualização em

Cloreto de magnésio

O cloreto de magnésio é outra forma popular de magnésio, especialmente conhecida por sua alta biodisponibilidade. Além de suplementos orais, o cloreto de magnésio também pode ser encontrado em óleos e loções tópicos, que podem ser aplicados diretamente na pele para aliviar dores musculares e outras aflições.

Amazon

R$ 34,50
R$ 46,00
em estoque
novo de
a partir de
Amazon.com.br
Última atualização em

Amazon

R$ 50,88
em estoque
novo de
a partir de
Amazon.com.br
Última atualização em

Amazon

R$ 52,00
R$ 65,00
em estoque
novo de
a partir de
Amazon.com.br
Última atualização em

Amazon

Última atualização em

Magnésio glicinato

O magnésio glicinato é uma forma de magnésio ligada à glicina, um aminoácido. Esta forma é conhecida por ser suave para o estômago e facilmente absorvida pelo corpo. Além disso, pode ser especialmente benéfica para pessoas que buscam melhorar a qualidade do sono, devido à glicina, que possui propriedades calmantes.

Amazon

Última atualização em

Dimalato de magnésio

O dimalato de magnésio é outra forma popular de magnésio. Esta versão une o magnésio ao ácido málico, um composto natural encontrado em frutas e vegetais, especialmente em maçãs. O dimalato de magnésio é bem absorvido pelo corpo e é conhecido por ter um efeito duradouro. Além disso, o ácido málico tem benefícios próprios, como a melhoria da energia e o alívio da dor, o que faz do dimalato de magnésio uma escolha excelente para aqueles que buscam esses benefícios adicionais.

Amazon

Última atualização em

Amazon

Última atualização em

Amazon

Última atualização em

Como escolher o tipo certo de magnésio?

Um homem segurando um pote de magnésio com um comprimido na mão.

Agora que vocês Nerds conhecem os diferentes tipos de magnésio, pode estar se perguntando, ‘como escolho o certo para mim?’ Bom, a escolha do tipo de magnésio pode depender de vários fatores.

  • Seu objetivo: Se você procura melhorar o sono, o magnésio glicinato pode ser uma boa escolha devido às propriedades calmantes da glicina. Para alívio da dor, o dimalato de magnésio ou o cloreto de magnésio podem ser úteis.
  • Sensibilidade digestiva: Se você tem um sistema digestivo sensível, o magnésio quelato ou o glicinato podem ser melhores, pois são conhecidos por serem gentis no estômago.
  • Disponibilidade e custo: O óxido de magnésio tende a ser uma opção mais barata, mas tenha em mente que pode não ser tão facilmente absorvido quanto outras formas.

Entretanto, lembrem-se, Nerds, é fundamental consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer novo suplemento. Eles têm a expertise para ajudá-lo a definir a dosagem correta e podem assegurar que o suplemento não interferirá com qualquer medicamento que você já esteja tomando. Afinal, como amamos dizer aqui no NerdFit, a segurança sempre vem em primeiro lugar quando se trata da nossa saúde!

Conclusão

E aí, Nerds! Espero que agora vocês tenham uma visão mais clara sobre a importância do magnésio e os problemas que a falta desse super-mineral no corpo pode causar. O magnésio, com seu perfil discreto, desempenha um papel monumental na nossa saúde e performance física. Ele é o herói não reconhecido que mantém a máquina complexa do nosso corpo funcionando a todo vapor.

Lembre-se, mesmo que nossos treinos intensos e nossa busca por melhorar a performance sejam importantes, é essencial não esquecermos dos ‘bastidores’ do nosso bem-estar. Cuidar bem do nosso corpo inclui garantir que estamos fornecendo todos os nutrientes necessários para que ele funcione de forma otimizada. A deficiência de magnésio é uma realidade para muitos, mas com a informação correta, podemos prevenir e combater essa situação.

Então, seja você um levantador de peso, um amante do burpee, ou apenas alguém tentando viver um estilo de vida mais saudável, lembre-se da importância do magnésio na sua jornada fitness. Cuide bem de você, Nerd, e garanta que seu corpo tenha tudo de que precisa para se manter saudável e forte. Continue investindo na sua saúde e na sua força – você merece! Nos vemos no próximo artigo.

    Sobre o autor

Hugo Casarin é um renomado coach de CrossFit com 12 anos de experiência. Especialista em Personal Training e Performance Nutrition, Hugo se destaca no desenvolvimento de negócios no Trinity College, onde cria cursos de Fitness e ministra treinos dentro de empresas de tecnologia. Além disso, atua como Personal Trainer de executivos, com uma expertise reconhecida internacionalmente. Já trabalhou com celebridades e é uma referência no mundo do fitness.

Newsletter
Rolar para cima